terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Primeiro Bi-Audax- 100 e 25

O que é?
Brevet com duas modalidades: 100 km de ciclismo e mais 25 km de caminhada realizados conforme os regulamentos da União dos Audax Franceses.

Ler regulamentos em:
Regulamento Audax Ciclismo

Regulamento Audax Caminhada


Data: 08 de janeiro de 2012
Largada etapa ciclismo: 7h
Local de largada: Centro de Convivência do Campus UNISC de Santa Cruz do Sul
Chegada etapa ciclismo prevista para às 12:05 no salão de Festa do Condomínio Jardim Oktober em Santa Cruz do Sul. Mais informações serão remetidas aos inscritos.
Largada Etapa Caminhada será no mesmo local da chegada do ciclismo. ( local seguro para deixar as bikes e também opção de acesso as bagagem) será às 13:05.
O intervalo para almoço será de até 60 minutos.
Final do brevet será no mesmo ponto de largada às 18h.
Premiação: homologação, medalha e certificado, será realizada logo após a chegada.

Inscrições até o dia 06:
Na Loja Faccin Bicicletas, Av. Euclides Kliemann 832 em Santa Cruz do Sul. Fone: 51-3713-2281
Ou via e-mail: luizmfaccin@yahoo.com.br 51-8196-9002
Valor da inscrição: R$45,00

Este será o primeiro brevet Bi-Audax realizado no Brasil, também por este motivo é um brevet pensado para ciclistas e caminhantes com pouca experiência.

Cronograma:
Inscrições: até o dia 06 de janeiro
Dia 08
Entrega bolsa/mochila bagagem para transporte até local de transição: Até 6:30
Reunião técnica e informações sobre o evento: 6:35
Entrega do passaporte e planilha: 6:50
Largada Ciclismo: 7h
Parada de 10 minutos: km 25,6 às 8:08
PC-1 km 65,93 parada de 25 minutos das 10:04 até 10:29
Chegada Ciclismo: 12:05

Largada Caminhada:13:00
PC-1=Parada 10 minutos: 13:55
Parada 10 minutos: 14:53
PC-2=Parada 10 minutos: 15:56
Parada 10 minutos: 16:41
Chegada Caminhada:17:50
Premiação: logo após a chegada do ultimo bi-audax

Outras informações

Clima
O calor é conforme o nosso clima e é parte do desafio. Não existe Audax Indoor, se fosse o caso poderia ser realizado com o ar condicionado ligado, mas não podemos viver em uma bolha- vivemos em uma bola chamada Terra que estamos conseguindo destruir. Temos que aprender a viver com o clima que temos e, então, prepare-se para levar água, protetor solar, roupa com proteção solar... Da parte da organização não vai faltar informação para a sobrevivência dos participantes, estes poderão utilizar as paradas para repor água, as energias...

Percursos- comentários

O percurso da pedalada é o mais plano possível e serão realizadas duas paradas- é uma quantidade maior de paradas do que recomendado para a distancia. Noventa por cento do percurso de ciclismo será pedalado em estrada nova, com pouco transito e acostamento em boas condições.
O percurso da caminhada será quase 100% urbano e por dois motivos: para facilitar a organização do evento, para facilitar a realização de paradas espaçadas e também o andamento em percurso sem desníveis ou dificuldades significativas. Na caminhada estaremos cruzando defronte aos principais pontos turísticos de Santa Cruz do Sul, são eles: Parque da Gruta, Parque da Oktoberfest, Igreja Evangélica, Catedral São João Batista, Igreja Santo Inácio, Praça da bandeira, Praça da Matriz, Monumento do Imigrante, Avenida do Imigrante, Túnel Verde da Rua Mal Floriano. A caminhada será também um passeio turístico.

Andamento no transito
No Bi-Audax cada participante, enquanto ciclista ou caminhante é considerado como em um passeio individual. Cada um estará utilizando o seu direito de ir e vir nas ruas e estradas de Santa Cruz do Sul e Vera Cruz. Enquanto participantes do Bi-Audax, estaremos utilizando, sempre que possível, a calçada e o acostamento das vias publicas. Estaremos seguindo o que determina o Código Brasileiro de Transito, em nenhum momento estaremos causando atraso, ou interrompendo o transito dos veículos motorizados.

Seguro de Acidentes Pessoais
Os participantes durante a realização do Bi-Audax, estarão cobertos por apólice de seguro de acidentes pessoais.

Primeiros Socorros- O capitão de rota, ou outro participante estará levando kit de primeiros socorros para o caso de necessidade.

Opções de alimentação e hidratação durante o Bi-Audax
Etapa Ciclismo:
Km 25,60 – 08:08 parada de 10 minutos no Bar do José- opção de compra
Km-65,93- 10:04- parada de 25 minutos na padaria Roque Schuh- Opção de compra de alimentação
Internado/ transição- antes da caminhada- 12:05 até 13h- será realizado a 400 m do Shopping onde pode-se encontrar várias opções para almoço.
No local teremos água mineral gelada e frutas a disposição
Etapa Caminhada
PC-1=Parada 10 minutos: 13:55- Parque da Gruta, opção de compra em lancheria
Parada 10 minutos: 14:53- Faccin Bicicletas- água gelada- isotônico e frutas
PC-2=Parada 10 minutos: 15:56- Hotel Feldman- Opção de compra no restaurante
Parada 10 minutos: 16:41- Faccin Bicicletas- água gelada- isotônico e frutas
Chegada Caminhada e premiação:17:50 opções de alimentação a definir.

Mais informações serão enviadas aos inscritos.

O Bi-Audax será homologado pela União dos Audax Franceses ( UAF) e é válido pelo calendário de 2012.

sábado, 10 de dezembro de 2011

Percurso Ciclismo- Bi-Audax

Percurso Caminhada 25km- Bi-Audax

sábado, 26 de novembro de 2011

Relato Audax Caminhada 75 km

Relato Audax Caminhada 75 km e antes...

Em 2008 estava muito insatisfeito com a organização dos Brevets Randonneurs Mundiais(BRM) no Brasil. Me refiro aos brevets de ciclismo que eram chamados apenas de Audax, mas organizados conforme o regulamento BRM do Clube Audax Paris ( ACP). Então decidi para 2009 trazer para o Brasil os verdadeiros brevets Audax organizados pela União dos Audax Franceses. Ainda em 2008 traduzi o regulamento Audax Ciclismo, entrei em contato com a UAF e consegui colocar os brevets no calendário. No mesmo ano descobri e decidi ser um Randonneur 5000, titulo nunca conquistado por um brasileiro, mas para o qual eu precisava realizar uma série de brevets e provas, muitas destas nunca realizadas no Brasil. O solução seria organizar estes eventos e ao mesmo tempo pedalar para obter as homologações. O titulo de Randonneur 5000 é oferecido pela ACP e a conquista deste titulo atrasou a realização de mais eventos da UAF aqui no Brasil. Na época tentei conseguir algum organizador para os brevets Audax Caminhada, mas sem sucesso.
Em 2009 pedalei muitos brevets, fiquei 25 finais de semana envolvidos com organização, ou participando de eventos e fora de casa, mesmo quando estava em casa estava trabalhando para o próximo evento. Neste ano organizei os primeiros brevets Audax Ciclismo de 100 e 200 km e também tivemos brevets em Santa Maria.
Para ler mais sobre os brevets Audax de ciclismo:
http://audaxbresil.blogspot.com/2010/12/audax-bresil-resumo-dois-primeiros-anos.html

Em 2009 falei para a minha mulher: “um dia iremos fazer um Audax juntos”. Ela respondeu: “capaz, eu não gosto de pedalar”. Eu respondi: “será um Audax Caminhada”. O meu objetivo também era, e continua sendo, o de aprender, testar novas opções, sem ficar limitado ao que já conhecia.
Em 2010 novamente tivemos apenas brevets de ciclismo. Estava muito envolvido com a representação do Clube Audax Paris para o Brasil, o que adiou a realização dos primeiros brevets Audax Caminhada e a realização de mais brevets Audax Ciclismo. Afirmo: o que me motivou a assumir a representação ACP foi o meu objetivo de conquistar a Randonneur 5000, e, somente por isto eu consegui as homologações atrasadas em 2009. Depois de assumido a representação eu não poderia perder a oportunidade de organizar o que precisava, mas isto é outra história.
Em 2011 a questão era: ir participar do Paris Brest Paris Audax e Randonneur 2011, ou não?
Na duvida e na possibilidade, fiz tudo para estar apto a ir. A idéia inicial era participar do Paris Brest Paris Audax, evento que nunca um brasileiro participou, mas também porque já havia conquistado o PBP Randonneur em 2007. A intenção também era, depois de pedalar o PBP Audax 2011, pedalar o PBP Randonneur com bike de pinhão fixo, isto é assunto para outro relato. A questão é: se vou para o(s) PBP de ciclismo, preciso treinar, me preparar e organizar os brevets qualificatórios. Organizei os brevets de 400 e 600 em janeiro e fevereiro de 2011. Estava classificado, apto para ir, mas indeciso. Vou, não vou, falta grana, outros investimentos, trabalho, família.... A decisão, um pouco dolorida quando penso na possibilidade de um dia conquistar também o titulo máximo da UAF ( Aguia de Ouro ciclismo) só possível completando um PBP Audax.
A decisão acertada foi a de não ir ao PBP Audax e nem Randonneur.
Sem ir para a França, com um brevet 600 conquistado em 2011, o que veio em mente:
1- Organizar os primeiros brevets Audax Caminhada;
2- Organizar os primeiros brevets Aiglon- Audax Jovens fora da França, já estavam anotados no calendário AUF.
3- Cumprir o que havia prometido a mim mesmo (esta promessa pesa) e também ao presidente da UAF, não ser mais representante ACP para me dedicar mais a família e aos brevets UAF- que não são tantos ( sinceramente, isto os torna mais preciosos).
4- Não organizar mais os brevets Randonneur, até para poder pedalar mais.
Este relato pode parecer egocêntrico, que seja, mas este mundinho dos brevets tomou um tempo grande da minha vida e então estava na hora de fazer um melhor uso. Havia prometido que seria representante ACP até a realização do PBP 2011. E até agosto realizei funções e trabalhos como tal, vou citar alguns exemplos: confecção de camisa Randonneurs Brasil para os ciclistas que foram ao PBP, divulgação de informações a respeito, contatos para reportagens, informações sobre organização..Se voltasse no tempo, faria tudo da mesma maneira que fiz, mas o tempo não volta. Se tivesse que fazer novamente a partir de hoje, simplesmente, não faria! E as caminhadas!
Primeiro brevet Audax Caminhada da América do Sul
http://audaxbresil.blogspot.com/2011/05/primeiro-brevet-audax-caminhada-da.html

Foi um brevet “tudo certinho”, urbano, caminhada de 50 minutos e paradas de 10 minutos, caminhada a 6 km/h. Foi importante para aprender, para abrir a janela do Audax Caminhada, para divulgar a nova modalidade, para fazer treinos divertidos, para conhecer novas pessoas, mas não foi possível saber o que é Audax Caminhada apenas com um brevet de 25 km. A participação do pessoal de Santa Maria deu um brilho especial ao evento
O Tiago Korb me perguntou: o que é Audax Caminhada? (Também me deu opiniões e dicas).
A resposta completa será caminhada nos próximos brevets! Ainda precisava descobrir.
Estava sabendo que se alguém um dia perguntar durante um brevet: quem foi o desgraçado que trouxe este Audax Caminhada para o Brasil? A culpa é provável que seja minha, mas quem sabe possa justificar: se não fosse eu, seria outro.
Caminhei um Audax com a minha esposa e esta foi uma das grandes motivações iniciais.
O brevet de 50 km seria inevitável, que bom, seria preciso treinar. Os treinos para o brevet de 50 km foram muito legais e divertidos.
Aqui abro um intervalo neste relato do brevet de 75 que nem iniciei ainda. As caminhadas me fizeram reviver um pouco do mundo que havia deixado para trás quando fiquei me dedicando aos “Audax” apenas. Sempre pedalei mais por diversão e mais ligado a aventura, realizei passeios por locais desconhecidos, travessias de cânion, caminhadas nos aparados, me dediquei a fotografia, orientação, acampamentos, participei de corridas de aventura etc. Veja algumas reportagens em http://inema.com.br/ff/f006825/
Brevet Audax Caminhada 50 e 25 km km.
Foram brevets bem estudados: usei a possibilidade de realizar dois brevets ao mesmo tempo, percurso com atrações turísticas, pontos de apoio, paisagens muito bonitas, apoio de prefeituras, percurso testado e com mais dificuldades de relevo e terreno, um numero bom de participantes, horários e locais diferentes de largada para os dois brevets, paradas com tempos diferenciados... Foi um bom teste e aprendizado:
- Descobrimos que, quando a caminhada foi em um ritmo acima dos 6 km/h tivemos mais participantes tendo problemas;
- Descobrimos que é importante ter um capitão de rota ditando o ritmo. Evitar o que aconteceu no inicio do brevet de 25 quando os participantes descansados elevaram o ritmo da caminhada que ficou difícil para os caminhantes que já haviam caminhado mais de 30 km.;
-Descobrimos que a maior parte dos participantes do brevet de 50 teve alguma dificuldade;
-As dificuldades para muitos surgiram depois de 30 e 40 km caminhados;
- A maioria dos participantes estava utilizando equipamentos de qualidade contestável para o desafio. Ninguém utilizou bastão de caminhada.
Foi um bom brevet. Em alguns momentos pude avistar 47 pessoas caminhando nas estradas do interior de Santa Cruz do Sul. Quarenta e sete pessoas estavam caminhando no mínimo 25 km. Audax é realizado em grupo, a maior conquista deve ser considerada a soma das distancias realizadas por todos e não cada conquista individual. Nunca tivemos antes por aqui um grupo de tantas pessoas caminhando juntas uma distancia tão grande. Fiquei feliz por ter a oportunidade de caminhar com tanta gente legal, de ter conseguido colocar tantos juntos, mesmo em um dia tão frio (acho que estou conseguindo definir o que é Audax Caminhada!!).
Depois do brevet de 50 pensei em organizar e caminhar o brevet de 100, mas o degrau estava muito grande. Não tive retorno de ninguém interessado em encarar 100 km. O Audax é praticado em grupo e não encontrei significado realizar um brevet que não fosse com este espírito. A opção foi de organizar um brevet de 75 o que já despertou interesse em alguns.
Enquanto isto o Alan da Academia Sadhana de Santa Maria organizou um brevet de 25 km o que foi mais um plus na modalidade em surgimento.

Audax Caminhada 75 km
Seria o primeiro brevet que teríamos que enfrentar a noite e também para fugir do calor do dia, a largada no inicio da noite foi a opção. Pensei no percurso: saindo da UNISC , realizando uma parada maior com possibilidade de alimentação no sitio do meu pai, retornando a Santa Cruz, passagem no salão de festas do condomínio onde resido, percurso para completar a distancia até os 75 km com atrativo turístico e belas paisagens. Pensei em não repetir trecho e evitar muito percurso urbano. Pronto, assim nasceu o percurso do brevet 75 km, a altimetria e as estradas, isto ficou para estudar depois e não foi a prioridade de escolha das opções. Definido o percurso, pensei nas possibilidades de paradas e tempo de cada uma conforme as possíveis necessidades e opções. Defini as opções de alimentação durante o brevet conforme as paradas.
Surgiram alguns candidatos a tentar o brevet 75, todos diziam que não seria possível, mas que a ideia era ir até onde desse. Será que eu era o único que realmente acreditava que seria possível? Estávamos em um grupo com 8 participantes na largada.
A minha esposa iria até o KM 16 e retornaria para casa de carro, na manhã seguiria com o grupo para fazer os 30 km finais durante o dia, assim ela fez, caminhou 46 km.
O mais importante é estar no grupo e gostar de caminhar!
O importante é participar!

Durante a pedalada para vistoria do brevet de 50 eu falei: o brevet Audax Caminhada é na verdade uma grande desculpa para caminhar mais longe e não ficar em casa parado. No audax caminhada as frases acima ficam ainda mais verdadeiras , como já escrevi depois do primeiro brevet: “Sair juntos e chegar juntos é o normal e não representa um esforço imposto pelo regulamento ao participante acostumado a caminhar sozinho.Sem o uso de um veiculo todos são mais iguais. As diferenças são mais genéticas do que monetárias”.(olha mais resposta para o que é Audax Caminhada)
Eu trabalhei até pouco tempo antes do brevet e estava sabendo que o descanso deveria fazer falta.
Largamos e logo o Copetti ficou para trás, o Miguel avisou que ele havia retornado para buscar a chave do carro, mas que deveria nos alcançar logo, e fez isto no inicio da subida para o bairro Jardim Europa. A maior subida logo no inicio do brevet, também havia pensado nisto, não foi tão sofrida, apesar da inclinação considerável, mas chegamos 2 minutos atrasados para a primeira parada. A parada na realidade era para que algum atrasado tivesse tempo de recuperar o grupo, mas serviu para aumentar um pouco o nosso atraso.
Paramos rapidamente para fazer uma foto escura no Fritz e Frida do trevo de acesso a cidade. Seguimos para a linha João Alves, trecho com subidas e descidas, mas com iluminação e asfalto. Recuperamos o tempo antes da parada seguinte, que já foi importante para colocar alguns ossos do esqueleto no lugar e repor água e comer banana. Depois da parada enfrentamos um trecho de estrada de terra com subidas e descidas curtas. Aqui as lanternas já mostraram a utilidade e foi possível perceber que algumas eram bem fraquinhas, mas não tivemos muita dificuldade.
Logo depois chegamos no Km 16 onde realizamos uma outra parada rápida, até aqui estava tudo “ nos conformes” . Logo depois enfrentaríamos o pior trecho do brevet – na teoria- em relação a qualidade da estrada. Uma descida longa e inclinada com muitas pedras soltas. Nos atrasamos alguns minutos e alguns estavam ficando ainda mais atrasados. Fiz o trabalho de capitão de rota e segurei ainda mais para juntar o grupo, o atraso aumentou. Mais um trecho curto de asfalto e novamente estrada de terra sem subidas. A esta altura algumas lanternas com luz fraquinha já estavam mais fracas ainda. As pilhas da minha lanterna pareceram que perderam força e a luminosidade caiu ainda mais. O ultimo km antes do PC-1 foi difícil pois o chão da estrada dificultava a pisada e manter a média de 6 km/h. Senti um pouco de cansaço, exagerado para apenas 30 km, mas não estava 100%.
Chegamos 6 minutos atrasados no PC-1, mas a parada seria longa e com possibilidade de recuperação do tempo. Audax é uma prova de regularidade!
Parada no PC-1
Eu e a Maristela fizemos um molho de carne moída e o Miguel ficou o cozinheiro responsável de fazer a massa neste PC. O Miguel também ficou como culpado pelo “molho de graxain”, o detonador de caminhantes. Chegamos, tiramos os calçados e fomos para a mesa comer massa!!!!! Realizamos uma foto do grupo reunido à mesa. A parada era longa, mas é fácil queimar tempo na madrugada. Largamos com 6 minutos de atraso,e com a barriga cheia!
O trecho retorno na estrada novamente foi difícil, mas difícil do que representava, talvez também devido ao sono. Nos atrasamos, o atraso máximo foi de 16 minutos= 1600 metros, uma eternidade. O percurso mais urbano, não demorou para chegar no asfalto, mas estávamos atrasados e recuperando o tempo perdido. Caminhamos rápido, o percurso até o próximo PC tinha 16 km sem paradas, neste percurso recuperamos 12 minutos do tempo, mas perdemos alguns participantes e outros ficaram com sequelas. O Erasmo, que havia feito cirurgia na perna a poucas semanas, teve dores e chamou um taxi. A Sandra chegou no PC-2, examinou as bolhas e foi caminhando para casa. O Lucio chegou, foi correndo para o WC, foi vitima do molho malvado e desistiu. Eu cheguei e fui correndo para o WC, mas já havia enfrentado situações semelhantes e havia realizado um Pit Stop no caminho. O Claiton com dor no tornozelo, que sentia desde o inicio, mas ele é bem experiente em provas longas de ciclismo, ninguém acreditaria se ele desistisse. O Copetti, sempre de bom humor, se mostrou um grande companheiro nas conversar fiadas da madrugada, sempre pareceu caminhar em um trote com dificuldade, mas é forte e acostumado com as corridas de aventura.
Já tinha a experiência de brevet de ciclismo onde o Clube Audax Paris não recomenda cruzar próximo ao ponto de largada durante um brevet, pois isto é um estimulo psicológico para a desistência. Precisava do ponto de apoio e facilitar a organização do brevet com um bom ponto de parada, com cuca e café, em boa hora.
Estávamos no km 47, o dia chegando, quem saiu para o ultimo trecho do percurso, completou o brevet.
O ultimo trecho do percurso era mais plano e teoricamente mais fácil, mas...
O Copetti seguiu no mesmo trote e geralmente caminhava um pouco mais atrás;
O Claiton com dificuldades e dores, mas suportando e seguindo;
Eu, cada minuto pior e realizando Pit Spot a cada ½ hora. A Cada km mais fraco. Na ultima parada de Pit Stop quase não consegui levantar, estava fraco. Decidi, não parar e foi o que fiz nos últimos 9 km, apesar das dores.Algumas vezes perdia o equilíbrio e a minha esposa dizia, cuida, vai cair. Quase no final ela me diz: “mas tu é um cabeça dura, porque não desiste?”. Eu respondi: isto é um pensamento que anulei, depois de sofrer assim, eu vou completar o brevet!
A Luiza a mais tranquila dos sobreviventes.
O ritmo estava a menos de 6 km/h, não poderíamos ter atraso e perder o brevet. O solução foi reduzir as paradas e seguir em um ritmo mais lento por algum tempo. Cuidar a planilha e o relógio ficou mais importante. Pisar mais difícil.
O tempo horário era às 11:13. O Claiton e Luiza completaram os 75 km chegando no portão da UNISC às 11:02, eu às 11:04 e o Copetti 2 minutos depois. Eu nem parei no portão e fui direto para o WC do campus, mais uns 500 metros de caminhada.

Depois da chegada ficamos algum tempo conversando deitados na sobra de uma arvore. Fomos de carro para o salão de festas do condomínio, onde foi realizada a premiação.
Na hora da foto com as medalhas eu fiquei tonto e não consegui ficar em pé, estava desmaiando. Este foi um dos brevets mais difíceis que já fiz, mas devido aos problemas extras a caminhada.

Antes do brevet de 75 realizamos mais algumas caminhadas treino, todas muito legais, até Rio Pardo, subindo Nove Colônias e outras. Em nenhuma destas caminhadas observamos a média de 6 km/h. Em nenhuma destas caminhadas utilizamos os trechos noturnos em estradas de terra. Em nenhuma das caminhadas enfrentamos 30 km praticamente sem paradas. Estas eram condições que teríamos que enfrentar no brevet de 75 km e que provavelmente foram treinamentos/testes que fizeram falta.
A conclusão, depois da realização do brevet 75, foi que: estes tipos de brevets caminhada mais longos, devem ser realizados em estradas planas e preferencialmente em asfalto, ou com terreno que permita manter o ritmo de caminhada com mais facilidade.Os treinos devem ser longos e na mesma média do brevet, ou seja, 6 km/h

Se alguém pensa que desisti do brevet de 100 km ( ou mais) esta enganado.

Agradeço aos companheiros de caminhada e ao Miguel e a Maristela que estavam nos apoiando.

Agora é trabalhar para tornar o brevet de 100 km caminhada um atrativo para mais alguns aventureiros preparados, ou nem tanto, mas que estejam a fim de vivencia-lo.
Um desafio de regularidade, sem tanta aventura, sem tanta adrenalina, com algum apoio, sem transportar peso, mas que com a repetição dos movimentos e o tempo praticado se torna um desafio grande.
Audax Caminhada é como vinho, pode ser docinho, mas pega!


O meu objetivo escrevendo as dificuldades e lembra-las para a próxima oportunidade e valorizar o esforço realizado por quem participou, completando o brevet, ou não!

Luiz M. Faccin-
Outubro e novembro de 2012

Video Audax Jovens brevet 30km 2011

Filmado durante o primeiro brevet Audax Jovens- Aiglon 30 km realizado no Brasil
em Santa Cruz do Sul e Vera Cruz no dia 30 de outubro de 2011

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Video Audax Caminhada 75 km saindo do PC-1

Video Audax Caminhad 75km 2011- primeiros quilometros

Audax Caminhada 75 km Santa Cruz do Sul setembro de 2011
Video realizado no bairro Jardim Europa nos primeiros quilometros do percurso.

Video Audax Caminhada 75km 2011- percurso inicial

Audax Caminhada 75 km Santa Cruz do Sul setembro de 2011
Primeiro brevet Audax Caminhada de 75 km realizado no Brasil
Video realizado na Linha João Alves percurso inicial

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Video Audax Caminhada 75 km ultima parada

Audax Caminhada 75 km durante a ultima parada realizada na Cascata do Frank em Vera Cruz

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Homologações brevets Aiglon Bronze- Jovens 20,30 e 40 km

Brevet 20 km

Brevet 30 km

Brevet Aiglon 40 km

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Homologação Audax Marcha 75 km SCS set 2011

Homologação Audax Marcha 75 km Santa Cruz do Sul realizado na noite do dia 24 e manhã do dia 25 de setembro de 2011

Homologações Audax Caminhada 25km Santa Maria out2011

Homologações Audax Caminhada 25km Santa Maria realizado no dia 12 de outubro de 2011

Homologações Audax Caminhada 25km Santa Maria set11

Homologações Audax Caminhada 25km Santa Maria do dia 10 de setembro de 2011.

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Fotos brevets Audax Jovens Vera Cruz 2011

Brevets Aiglon Bronze Vera Cruz 2011

Brevets de 20 e 30 km

Brevet 40 km

Os ciclistas que concluiram os brevets Audax Jovens 20, 30 e 40 km recebem o titulo de Aiglon de Bronze e estão classificados para participar dos brevets de 50, 60 e 70 km a serem realizados em 2012. Vou consultar a UAF para saber sobre a possibilidade de encomenda da medalha francesa alusiva e este titulo.

Aiglon de Prata= 3 brevets, 50, 60 e 70 km

Clube: Santa Ciclismo - Luiz Maganini Faccin
local: Santa Cruz do Sul, RS, Brasil
Data: 20-10-2012
Largada:14h
Distância: 50 km

Clube: Santa Ciclismo - Luiz Maganini Faccin
local: Santa Cruz do Sul, RS, Brasil
Data: 21-10-2012
Largada: 07h
Distância: 60 km

Clube: Santa Ciclismo - Luiz Maganini Faccin
local: Santa Cruz do Sul, RS, Brasil
Data: 28-10-2012
Largada: 13h
Distância: 70 km

Fotos Audax Caminhada 25 km- Santa Maria

Fotos do brevet Audax Caminhada 25 km de Santa Maria que foi realizado no dia 12 de outubro de 2011.

Tiago P. Korb


Luiz M. Faccin


Outras caminhadas são realizadas em Santa Cruz do Sul com o objetivo de treino e passeio, sem serem brevets Audax.
Veja Algumas informações no blog:
http://www.randonneesantacruz.blogspot.com/

Boas caminhadas e aventuras.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Brevetados Audax Jovens 20, 30 e 40km 2011

Brevets Audax Jovens 20, 30 e 40 km
Uma excelente experiência para um primeiro evento que servirá de base e modelo para a realização de outros.
Pessoalmente é muito gratificante poder realizar pela primeira vez no Brasil um evento assim, principalmente pedalando ao lado com meu filho e também com a filha!
Os participantes
Alguns já eram mais experientes em pedaladas longas e completaram com muita facilidade, mas estão classificados para os brevets seguintes, 50,60 e 70 ( série Aiglon Prata) que serão realizados no próximo ano.
Para os mais novos foi uma satisfação conquistar o desafio e tb participar de um evento com outros ciclistas.

Brevetados de 20 e 30 km
Adilson Bohnen
Fernando Augusto Finkler
Leonardo Henrique Finkler
Giuseppe Faccin
Cristopher Borba Sulzbacher
Guilherme Frantz
Mateus Barbisan Kohler
Filipe Oliveira
Carolina Rezende Faccin

Brevetados 40 km
Adilson Bohnen
Fernando Augusto Finkler
Leonardo Henrique Finkler
Giuseppe Faccin
Cristopher Borba Sulzbacher
Guilherme Frantz
Mateus Barbisan Kohler
Filipe Oliveira

Percurso Audax Jovens 20, 30 e 40 km



sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Informações e inscrições para Audax Jovens 20 e 30 km

Brevets 20 e 30km
Clube: Santa Ciclismo - Luiz Maganini Faccin
Local: Vera Cruz, RS, Brasil
Data: 30-10-2011
Distância: 20 km
Largada: 8 h
Média 18 km/h
Tempo de pedalada= 1h e 06 minutos
Tempo máximo= 1h e 25 minutos

Distância: 30 km
Local: Vera Cruz, RS, Brasil
Largada prevista para às 14h (poderá ser atrasada, a combinar, conforme o clima)
Média:18 km/h
Tempo= 1h e 40 minutos
Tempo máximo= 2h e 05minutos


Inscrição

Valor para cada brevet: R$15,00
Prazo para inscrição brevet 20 km, até dia 28 ao ½ dia
Inscrições para brevet 30 serão realizadas após o brevet de 20 km.
Informações: Luiz M. Faccin
Fone: 51-8196-9002
luizmfaccin@yahoo.com.br


Percurso:

Ponto de Encontro: Praça central de Vera Cruz(José Bonifácio): 7:30
Local de largada: esquina koelzer que fica a 1850 metros da praça
Concentração e informações para largada: 7:45
O brevet será pedalado na RS-412, estrada nova e possui acostamento largo e de boa qualidade

Ver algumas fotos do percurso: Clique Aqui!

A atenção maior deverá ser feita no momento dos retornos.

Premiação: Medalha e certificado para os jovens que concluírem o brevet
Brevets válidos pelo calendário Audax e homologados pela União dos Audax Franceses.
Para participar do brevet seguinte o ciclista deverá ter concluído o brevet anterior.

Brevets seguinte será realizado no dia 02 de novembro

Clube: Santa Ciclismo - Luiz Maganini Faccin
local: Vera Cruz, RS, Brasil
Data: 02-11-2011
Distância: 40 km
Largada: 8h
Tempo= 2h e 30 minutos
Tempo máximo= 2h e 50minutos
Tempo de andamento= 2h e 13 minutos
Pausas= 1x 17 minutos
Mais informações e inscrições para este brevet, logo após a conclusão do brevet de 30 km.

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Primeiros brevets Audax ciclismo Jovens

Brevets Cicismo Jovens- 2011.
São os brevets destinados a crianças e adolescentes. Não existe idade mínima limite, mas a idade máxima para participação é de 18 anos.
As distancias dos brevets são menores, até 200 km iniciando pelo brevet de menor distancia que é o de 20 km. Os brevets devem ser pedalados em seguência, ou seja, só poderá participar do brevet de 30 km o ciclista que tenha completado o brevet de 20 km, no mesmo ano, ou no ano anterior.

Leia o regulamento neste blog:

http://audaxbresil.blogspot.com/search/label/Regulamento
Apresentação e histórico:
http://audaxbresil.blogspot.com/2011/07/apresentacao-dos-brevets-aiglon-para.html

O que é
É uma série de brevets iniciais com forma educativa e gradativa de realização de “pequenos” brevets para jovens e crianças que aprendem o espírito de solidariedade, companheirismo e o andamento na Formula Audax.
È uma oportunidade de integração Pai e Filho na busca da superação de “ pequenos” desafios ciclísticos. Um aprendizado de superação de obstáculos e andamento de longa distancia.
É uma possibilidade do jovem/criança conquistar um verdadeiro brevet Audax ( Aiglon) homologado e com direito a medalha e certificado seguindo o exemplo do Pai/Mãe, um brevet para filhos de Audaxiosos.
São brevets pedalados em grupo com média definida.
Para participar o jovem menor de 16 anos deverá estar acompanhado do pai, ou responsável durante todo o percurso.

Aiglon de Bronze= Titulo concedido ao jovem que completar os 3 brevets, 20, 30 e 40km
Os brevets Audax Jovens são homologados pela União dos Audax Franceses

Os primeiros brevets a serem realizados no Brasil são:

Clube: Santa Ciclismo - Luiz Maganini Faccin
Local: Vera Cruz, RS, Brasil
Data: 30-10-2011
Distância: 20 km
Largada: 8h
Média: 18 km/h

Clube: Santa Ciclismo - Luiz Maganini Faccin
Local: Vera Cruz, RS, Brasil
Data: 30-10-2011
Distância: 30 km
Largada prevista para às 14h (poderá ser atrasada conforme o clima)
Média:18 km/h


Clube: Santa Ciclismo - Luiz Maganini Faccin
Local: Vera Cruz, RS, Brasil
Data: 02-11-2011
Distância: 40 km
Largada 8H
Média: 20 km/h

Incentive o seu filho a fazer esporte, participe!

Regulamento dos Brevets Audax Cicloturismo Jovens

Union des Audax Français (UAF)
Union des Audax Bresilien (UABr) Audax Bresil


Apresentação do regulamento dos brevets Audax Ciclo Turismo Jeunes ( Jovens)
Somente qualificativos para o Aiglon de Ouro
(Aiglon= Filhote de águia)

A UAF é membro da Federação Francesa de Ciclo Turismo sob o numero 75/00116. Os brevets Audax Brèsil fazem parte do calendário internacional da UAF conforme acordo firmado formalmente em Paris em julho de 2010.

1- Apresentação geral

A- Definição:
Os brevets ciclo turismo organizados segundo a Formula Audax são as Randonnées ( passeios) efetuados em grupo.
A origem do termo Audax ( do latin significando audaxioso) designa unicamente os ciclistas capazes de efetuar 200 km entre o nascer e o por do sol.
Henri Desgrange criou em 1904 os Audax Franceses para relançar o turismo com bicicleta . Um brevet Audax é uma prova de regularidade e endurance com uma média rolante de 22,5 km/h. Para o Aiglon a velocidade varia de 18, 20 e 22,5 km/h.

B- Distancias
Os brevets efetuados serão nas modalidades definidas neste regulamento se desenvolvem em: 20-30 e 40 km ( Aiglon Bronze)
50-60 e 70 km ( Aiglon Prata)
E 80- 140 e 200 km ( Aiglon Ouro).

C- Regulamentação
A lei em matéria de pratica ciclo turistica para jovens é especifica. O regulamento Audax Cycloturistes Jeunes define orientações seguindo as regras francesas conforme o numero de jovens por educadores. Este item esta adaptado neste regulamento para o Brasil.
O número indicado como limite de participantes em um Pelotão Audax Jovens e 12, mas em nenhum caso poderá ser maior do que 19. Com mais de 12 participantes o pelotão poderá ser dividido e um intervalo suficiente deverá ser mantido entre um e outro na estrada.

D- Condições de Participação
Podem participar jovens nascidos até o 18º ano ( em 2009, nascidos em 1991 ou depois);
Não existe idade mínima;
A participação só é permitida com o acompanhamento integral de parente de 1º grau ( pai, mãe ou irmão maior de 18 anos) ou responsável legal devidamente comprovado;
O brevet Audax Jovens é de integração pai (mãe) filho(a) e é considerado como um passeio de ambos com total responsabilidade paterna;
Cada pai acompanhante poderá ser responsável por no máximo dois participantes;
O uso do capacete, colete refletivo de boa qualidade é obrigatório durante a realização do brevet.
O respeito ao Código Brasileiro de Transito é obrigatório.
A participação implica na aceite deste regulamento e do Regulamento Audax Ciclismo.

E- Capitães de Rota
Os pelotões será conduzidos por responsáveis nomeados Capitães de Rota.
Eles zelarão pela manutenção de um andamento o mais regular possível;
É proibido ultrapassa-lo;
Os Capitães de Rota são encarregados de zelar pelo bom andamento do brevet, pela segurança de todos e o respeito aos horários. Eles são habilitados a tomar todas as decisões neste sentido com as pessoas incluindo os participantes menores.

F- Fecha Filas
Para os brevets Audax destinado aos menores os pelotões serão obrigatoriamente finalizados por um ou dois “fecha filas”. Eles serão encarregados de velar para que qualquer dos participantes ( jovens) não se encontre sozinho conforme as regras em vigor que concernem o enquadramento em matéria de prática ciclo turística para jovens. No brevets realizados no Brasil estarão auxiliando o Capitão de Rota no andamento do pelotão e na segurança dos participantes.

2- Regulamento
Edição 2008 novos brevets Audax Ciclo turismo Jovens

Artigo 1- Organização

1-1-Somente os clubes, CODEP e ligas da Federação Francesa de Ciclo Turismo (FFCT), federações delegadas, organizações ligadas a UAF - UABr- Audax Brèsil são autorizados a organizar os brevets Audax Ciclo turismo Jovens ( brevets Aiglon). Eles devem respeitar a regulamentação para as manifestações de Ciclo Turismo e regulamentação especifica para o recebimento de jovens. As escolas e regras são as especificas que se aplicam para jovens. As condições de participação e orientações são as descritas neste regulamento e também no item D da apresentação geral acima.
1-2- todos os brevets Audax que constam no calendário anual de brevets e organizados conforme as definições deste regulamento, homologado pela UAF são válidos para a obtenção do titulo Aiglon de Bronze, Aiglon de Prata e de Ouro ( ver anexo 4);
1-3- Um clube pode solicitar a organização de um brevet de 20 a 70 km junto ao delegado regional UAF e representante AUBr- Audax Brèsil para que ele figure no calendário dos brevets e tenha autorização para a realização e posterior homologação;
1-4- A organização de um brevet de 80 a 200 km Jovens, só será confiada a um clube que já tenha realizado os brevets de jovens anteriores. O responsável por estes brevets deverá dispor de ao menos dois Capitães de Rota experientes que serão os titulares sobre estas distancias.

Artigo 2- Antes do brevet- Condições de Organização

2-1- O organizador antes de obter a autorização para realização do brevet Audax Jovens deve comunicar a sua intenção ao responsável UABr. Esta solicitação deve ser realizada antes do dia 31 de maio do ano anterior e confirmada até o dia 15 de setembro deste mesmo ano;
2-2- O percurso deve ser estabelecido em estradas de bom estado, preferencialmente pouco movimentas e com acesso bem sinalizado e de dificuldades médias quanto ao relevo. Se possível o percurso deverá ser turisticamente atraente;
2-3- O percurso será submetido à aprovação do representante regional- responsável AUBr. Esta apresentação deverá obedecer o modelo da UAF e deverá conter:
- Numeração das rodovias utilizadas;
- comunidades atravessadas;
- pontos de troca de direção, troca de nome de comunidades, trevos de acesso e pontos de perigo que exijam mais cuidado na segurança;
-quilômetros parciais e acumulados e as distancias entre duas paradas;
- médias de passagem ( calculadas a 18, 20 ou 22,5 km/h) nas comunidades indicadas;
- horários de largada, de chegada e paradas incluindo o tempo de cada uma destas paradas;
- todas as informações complementares que o organizador julgar importante de comunicar para o entendimento de seu dossiê.

Artigo 3- Participantes

3-1- o organizador deverá divulgar a realização do seu brevet a nível nacional e todos os candidatos que cumprirem as demais exigências serão aceitos;
3-2-O responsavel pela organização poderá limitar o numero de participantes;
3-4- O organizador deverá zelar para que os participantes respeitem a progressividade das distancias dos Brevets Audax Ciclo Turismo Jovens.

Artigo 4- Corte de horários

A regularidade é uma das condições do bom desenvolvimento de um brevet Audax Ciclo Turismo Jovens. Os horários devem ser objeto de todos os cuidados em razão da idade dos participantes.
4-1-A realização de um brevet Audax Jovens deve ser realizada ao Maximo durante o dia por razões evidentes de segurança. Nenhum percurso deverá ser realizado durante a noite. O brevet de 200 km deverá ser realizado do nascer ao por do sol.
4-2- As paradas serão espaçadas tal como indicam os artigos 5-5 e 7-7. Elas deverão permitir aos participantes de se reabilitar evitando que deixem o pelotão. Em caso de incidente (mecânico ou outro) todo o pelotão devera parar em segurança o tempo necessário (neste caso especifico ele deverá ser incluído como tempo de parada não penalizando os demais participantes).
A organização deverá escolher os locais de parada em função das possibilidades de segurança e cuidado dos jovens participantes e eventualmente prever o aporte alimentar a as condições de higiene e bem estar.

Artigo 5- Exigências de um brevet Audax

5-1- para ser homologado um brevet não poderá ter menos de 4 participantes na largada e de 3 na chegada ( sem contar os capitães de Rota, Fecha Filas e pais acompanhantes);
5-2- o numero mínimo de etapas será aquela indicada na tabela de marcha para não romper o equilíbrio entre tempo de andamento e de repouso;
5-3- A parada para almoço não poderá ser inferior a 45 minutos e nem superior a 1h e 45 minutos e começar entre 11: 45 e 14h para os brevets de 140 e 200 km necessários para o Aiglon de Ouro;
5-4- a duração de cada etapa para todos os brevets deve ter entre 10 e 35 km com um máximo de 40 km;
5-5- a média de andamento é normalmente de 18 a 22,5 km/h. para os brevets Aiglon de bronze ela é entre 18 e 20 km/h;
5-5-1- O organizador pode estimar que uma parte do percurso por seu relevo, ou qualidade da estrada não permite de manter a media de base. A média então escolhida será a média realizada pelos participantes no itinerário e repassada e respeitada para todos durante o andamento;
5-7- o horário de largada será deixado como decisão do organizador, mas sempre durante o dia.

Artigo 6- Respeito à quilometragem

A indicação da quilometragem total de cada uma das distancias deve ser verificada sobre o terreno com uma tolerância de mais, ou menos 2 km para o Aiglon de Bronze e de Prata e de 10 km para os brevets Aiglon de Ouro. Como referência deve ser utilizada mapa rodoviário ou mapa eletrônico.
O participante de cada brevet será laureado desde que ele tenha concluído a distancia base correspondente ao tempo de base.

Artigo 7- Respeito de horários

7-1- O tempo de base se aplica ao pelotão para completar a distancia total do brevet;
7-2- Os tempos de andamento são calculados com uma média de 18, 20 e 22,5 km/h obrigatoriamente para o brevet de 200 km qualificativo para o Aiglon de Ouro.
7-3- Os tempos mínimos devem ser respeitados. Em nenhum caso o pelotão deverá chegar com um tempo inferior;
7-4- Para os brevets de 20, 30 e 40 km o tempo máximo do pelotão é calculado com uma média de andamento de aproximadamente 18 km/h;
7-5- Para os brevets de 50, 60 e 70 km o tempo máximo do pelotão é calculado com uma média de andamento de aproximadamente 20 km/h;
7-6- Para os brevets de 80, 140 e 200 km o tempo máximo do pelotão é calculado com uma média de andamento de 22,5 km/h. O tempo máximo é uma tolerância em casa de atraso;
7-7- Os tempos máximos se aplicam apenas a algum participante com dificuldades ( mecânica ou psicológica acompanhado por outro jovem participante do mesmo pelotão). As medias totais deste ultimo participante para que seu brevet seja homologado são as seguintes:

Distancia= 20 km
Tempo= 1h e 06 minutos
Tempo máximo= 1h e 25 minutos
Tempo de andamento= 1h e 06 minutos
Pausas= ---
Média em km/h= 14, 12

Distancia= 30km
Tempo= 1h e 40 minutos
Tempo máximo= 2h e 05minutos
Tempo de andamento= 1h e 40 minutos
Pausas= ---
Média em km/h= 14,40

Distancia= 40km
Tempo= 2h e 30 minutos
Tempo máximo= 2h e 50minutos
Tempo de andamento= 2h e 13 minutos
Pausas= 1x 17 minutos
Média em km/h= 14,12

Distancia= 50 km
Tempo= 2h e 45 minutos
Tempo máximo= 3h e 30minutos
Tempo de andamento= 2h e 30 minutos
Pausas= 1x 15 min
Média em km/h= 14,29

Distancia= 60km
Tempo= 3h e 20 minutos
Tempo máximo= 4h e 10minutos
Tempo de andamento= 3h
Pausas= 2x 20 minutos
Média em km/h=14,40

Distancia= 70km
Tempo= 4h e 10 minutos
Tempo máximo= 4h e 55 minutos
Tempo de andamento= 3h e 30 minutos
Pausas= 2x 20 minutos
Média em km/h= 14,24

Distancia= 80km
Tempo= 4h e 33 minutos
Tempo máximo= 5h e 35 minutos
Tempo de andamento= 3h e 33 minutos
Pausas= 2x 30 minutos
Média em km/h=14,33

Distancia= 140 km
Tempo= 8h e 23 minutos
Tempo máximo= 9h e 50 minutos
Tempo de andamento= 6h e 13 minutos
Pausas= 1h e 30 minutos + 2x 20 minutos
Média em km/h= 14,24

Distancia= 200 km
Tempo= 12h
Tempo máximo= 14horas
Tempo de andamento= 8h e 53 minutos
Pausas=
Média em km/h=14,29


Artigo 08- Respeito do Itinerário

8-1- O organizador é responsável por fazer respeitar o itinerário aprovado pelo delegado regional UAF/representante UABr- Audax Brèsil. Ele entregará na largada de seu brevet o itinerário detalhado a cada participante, integrando ou não uma mapa da rota com endereço e numero de telefone dos restaurantes, abrigos e pontos de paradas ( igrejas, lancherias, estações, direções de andamento etc). Ele deverá a sua conveniência fazer constar no seu itinerário os horários detalhados de passagem em cada localidade ou reservar estes tipos de observações aos capitães de rota. Neste caso indicar aos participantes os horários de chegada e de paradas. Ele deverá apresentar os responsáveis e capitães de rota aos participantes e definir os “Fecha Filas” do pelotão.
8-2- Os capitães de rota pode excepcionalmente modificar, com o acordo do responsável do brevet, um trecho do percurso por razões validas(geralmente obras na pista). Em caso de erro de percurso, se um participante não percebeu , ele avisará os capitães de rota que decidirão a conduta a ser tomada a fim de se remetar o mais rapidamente possível em um percurso oficial. Este não será pretexto para este participante deixar o pelotão.

Artigo 9- Engajamento e numero de brevets em um período

O brevet apelidado de Audax Aiglon de Ouro não pode ser obtido senão em um período de 3 anos mínimos e sem ultrapassar a idade de 18 anos.

Artigo 10- Segurança

10-1- o organizador é responsável pela segurança do pelotão durante a realização de seu brevet. O pai/responsável legal é o responsável exclusivo pela segurança de seu filho;
10-2- O organizador poderá recusar os veículos estrangeiros a organização seguindo o pelotão. A assistência individual, ou a membros de um clube não é permitida;
10-3- O organizador, ajudado pelos capitães de rota, Fecha Filas e acompanhantes, cuidara para que todos os participantes e acompanhantes estejam utilizando os equipamentos de segurança. Em caso de não portar o capacete e colete refletivo o pretendente terá a sua participação no brevet negada. Os para lamas são fortemente recomendados.
10-4- a UAF e UABr preconiza que o rateio acompanhante/ participante definido pelo organizador e por este regulamento é obrigatório e no caso do não acompanhamento do pai responsável a UAF/AUBr se reserva o direito de não homologar o brevet.

Artigo-11 Passaportes

11-1- somente as Cartas de Rotas ( passaportes) aprovadas pela UAF/UABr poderão ser homologadas;
11-2- o organizador cuidará para que estes passaportes sejam corretamente preenchidos desde a largada;
11-3- Os controles de passagem serão realizados com um carimbo de algum comercio ou estabelecimento de passagem, ou com carimbo e assinatura da organização. A anotação de passagem é recomendada em uma parada para almoço e não é recomendada em uma parada rápida onde será preferível que o participante esteja ocupado com outros contra tempos naturais;
11-4- Logo após uma desistência ou a chegada, o organizador é encarregado de recolher os passaportes. Ele de posso do carimbo de seu clube completará a lista dos participantes no arquivo/lista especial a ser enviado a UAF e divulgado nas lista das homologações dos brevets realizados;
11-5- Esta lista será enviada a UAF que é responsável pela homologação dos brevets Audax. Os brevets de 200 km são homologados desde 1904, as outras distancias desde 1979 e as distancias Aiglon desde 2008.

Artigo 12- Contestações

12-1-Em caso de litígio entre um participante ou acompanhante e a organização esta pode ser endereçado ao representante AUBr que poderá endereçar a UAF, 6 avenue Mauricie Ravel, 75012 Paris, França.
12-2- Se ficar definido que esta reclamação tem fundamento, em participar por não respeitar o andamento Audax, o clube poderá receber uma advertência. Em caso de repetição o clube perde o direito de organizar brevets por um ou mais anos;
12-3- Um participante pode ter a sua homologação recusada, notadamente se ele andar voluntariamente atrás do pelotão sem ser acompanhado de um responsável e com um atraso consequente ou se encontre ainda em desacordo com a formula;
12-4- O organizador a toda momento pode excluir de seu brevet um participante que por sua atitude coloca em perigo a segurança do pelotão. Ele poderá em consequência recusar a inscrição desta pessoa nos brevets que ele organizará.

Artigo 13- Brevet 200 km

13-1- O brevet 200 km é considerado como uma prova especial para a obtenção do Aiglon de Ouro. Ele é inscroto com prioridade no calendário da UAF e deverá ser objeto de uma apresentação anterior e de um relatório após para a Revista des Audax e da FFCT.
13-2- Os tempos são: mínimo 12 horas e máximo 14 horas ( igualmente para o último participante).
Tempo 12 horas:
Estrada: 8h e 54 min
Paradas: 3h e 06 minutos
Média de andamento: 22,5 km/h
Média geral: 17,02 km/h

Tempo 14 horas:
Estrada: 1h e 10 min
Paradas: 2h e 50 minutos
Média de andamento: 18 km/h
Média geral: 14,29 km/h

13-3- É obrigatório a realização dos brevets de qualificação. Aiglon de Bronze e de Prata e ainda a participação nos brevets de 80 e 140 km que serão controlados por um clube organizador, UABr e pela comissão de Jovens CODEP, diretor da UAF.

Artigo 14- Formação Audax

14-1- Todos os brevets Aiglon deverão iniciar por uma exposição visando a lembrar as regras de segurança e de condução, ainda apresentar os capitães de rota, os Fecha Filas na reunião com os participantes. Esta exposição é parte integrante do brevet Aiglon e a presença dos participantes é obrigatória;
14-2- A UAF se encarrega de fornecer a todos os participantes um suporte pedagógico explicando o que são os Audax, sua história, a filosofia e ainda as regras de segurança e condução. Ver arquivo piloto e informações no blog www.audaxbresil.blogspot.com.

Artigo 15- Modificação do Regulamento

15-1- O presente regulamento não poderá em nenhum caso ser modificado sem o acordo do presidente da UAF e do presidente da Comissão de Jovens da FFCT;
15-2- Paralelamente as modificações serão sobmetidas ao presidente da Comissão de jovens e ao Diretor Tecnico Nacional da FFCT;
15-3- Toda a modificação não aprovada acarretará a nulidade do brevet com a recusa de homologação pela UAF.

Artigo 16- Proteção do Brevet

Os brevets Audax Ciclo Turismo Jeunes ( Jovens) são propriedade exclusiva da Union des Audax Français e do depósito realizado no Instituto de Propriedade Industrial ( INPI). Eles são protegidos pelo artigo L.711-4 du CPI e toda reprodução é proibida pelo artigo L.113-3 do mesmo código.
Todo o contraventor estará sujeito as penas civis pelo artigo L.711 do Código de Processo Industrial (CPI).

Anexos ao regulamento

Anexo 1- Assinatura a Revista Audax

Esta revista trimestral contem os detalhes e informações das organizações das 5 disciplinas Audax: Ciclismo, Marcha, Remo, Natação e Ski de Fundo.
A assinatura individual é aconselhada para os participantes dos brevets e obrigatória para os clubes organizadores franceses. Com a revista do mês de janeiro os assinantes recebem o calendário das organizações Audax todas as disciplinas. Este calendário esta disponível após a Assembleia Geral anual da UAF.
OBS: esta revista editada na língua francesa por vezes recebe relatos e informações também sobre os brevets UABR- Audax Brasil.

Anexo 2- Sócios da UAF

Membros de um clube em que os fins são idênticos aos nossos ( sem fins lucrativos) poderão ser sócios da UAF após o pagamento da Taxa Anual. Eles tem vós deliberativa e são elegíveis. A eles será possível de:
Participar da eleição do comitê diretor da UAF ( e eventualmente se apresentar como candidato);
Utilizar a camisa especial UAF e alusão especial reservada a UAF.
Estes membros deverão se engajar de fazer propaganda dos brevets Audax e de respeitar a ética.

Anexo 3- Desafio/ Taça da UAF
Será remetida ao clube organizador que em um ano civil, na série de brevets Audax Ciclo turismo Jovens ( com o mínimo de organização dos brevets Aiglon de Bronze) tenha totalizado por seus participantes a maior quilometragem ( um ponto por quilometro).

Anexo 4- Recompensas Individuais

Uma medalha pode ser adquirida a titulo pago a partir do brevet de 20 km

Aiglon de Bronze-
Ela será possível a todo o jovem ciclo turista que tenha efetuado os seguintes brevets: 20, 30 e 40 km- Aiglon de Bronze poderá ser atribuída várias vezes, uma só atribuição poderá ser realizada cada ano.

Aiglon de Prata
Ela será possível a todo o jovem ciclo turista que tenha efetuado os seguintes brevets: 50, 60 e 70 km- Aiglon de Prata poderá ser atribuída várias vezes, uma só atribuição poderá ser realizada cada ano (não acumulável com o Aiglon de
Bronze)

Aiglon de Ouro
Ela será possível ao jovem ciclo turista que tenha efetuado no período de 3 anos, mas não tenha a idade de 18 anos:
- Uma vez as distancias de 20,30, 40, 50, 60, 70, 80 e 140 km
-Uma vez 200 km entre o nascer e o por do sol para obter o titulo de Audax inscrito no registro de brevets desde 1904.
Esta distinção que exige a obtenção anterior do Aiglon de Bronze de de Prata, não pode ser obtida senão no decorrer de 3 anos. Os candidatos deverão remeter ao responsavel da UAF os passaportes requisitados e uma foto de identificação para o titulo de Aiglon de Ouro. Estes receberão o Certificado: “Lauréat Aiglon d’Or numero....”
O brevets efetuados em um país com a delegação da UAF serão validos. Os laureados terão o diploma de “Aiglon D’Or Cycliste”. De mais uma medalha gravada poderá ser adquirida. Os diplomas são uma recompensa de assiduidade e são gratuitos, as medalhas são facultativas e devem ser pagas.
Os laureados que tenham obtido o titulo de Audax não poderão mais participar do brevet Aiglon d’or, ele poderá se inscrever nos outros brevets que o permitirão de obter o titulo de Aigle D’Or conforme o regulamento atual UAF.



Delegado Nacional
Michel Guerard
19 rue Albert Camus
14790 Fontaine Etoupefour
Union des Audax Français

Tradução e adaptação: Luiz Maganini Faccin
Audax Brèsil ( UABr)
Setembro 2011.

Regulamento original:
http://www.audax-uaf.com/cyclo/telech/aiglon2.pdf


Anexos ao regulamento Audax Jovens Brasil

Audax Jovens
É uma série de brevets iniciais com forma educativa e gradativa de realização de “pequenos” brevets para jovens e crianças que aprendem o espírito de solidariedade, companheirismo e o andamento na Formula Audax.
È uma oportunidade de integração Pai e Filho na busca da superação de “ pequenos” desafios ciclísticos. Um aprendizado de superação de obstáculos e andamento de longa distancia.
É uma possibilidade do jovem/criança conquistar um verdadeiro brevet Audax ( Aiglon) homologado e com direito a medalha e certificado seguindo o exemplo do Pai/Mãe, um brevet para filhos de Audaxiosos.

Audax Jovens orientações:
O pai, acompanhante e responsável, por seu filho durante a realização do brevet Audax Jovens/Aiglon deve:
- zelar pela segurança do seu filho e do pelotão;
-conhecer o Regulamento dos Brevets Audax Ciclismo, Regulamento dos Brevets Audax Jovens e também o Código Nacional de Transito;
- pedalar o brevet junto com seu filho sem direito a homologação ou premiação para si;
- orientar o seu filho em relação ao ritmo, forma correta de pedalar, andamento e comportamento na estrada, fornecer outras orientações necessárias;
- ajudar em caso de pane mecânica, acidente ou desistência;

Itens obrigatórios para o pai/acompanhante ciclista do Brevet Jovens:
+ colete refletivo de uso noturno e de boa qualidade reflexiva,
+capacete;
+farol dianteiro e luz traseiro vermelha em bom estado de funcionamento;

È permitido ao pai acompanhante transportar itens de alimentação e hidratação para seu filho;
O jovem ciclista participante deve deslocar se com suas próprias forças e é expressamente proibido empurrar ou rebocar o participante sob pena de desclassificação/ não homologação do brevet sem direito a apelação.
Um participante pode ajudar no deslocamento de outro participante do mesmo pelotão;
Qualquer duvida sobre o regulamento será resolvida pelo organizador do brevet, através de consulta ao responsável UABr, ou ainda em consulta a UAF.

Seguindo os mesmos procedimentos dos demais brevets Audax Ciclismo realizados no Brasil, os capitães de rota devem estar devidamente identificados com coletes, abraçadeiras ou vestimenta visível e identificável.


Setembro de 2011.

domingo, 9 de outubro de 2011

Audax Caminhada 25 km Santa Maria

Data: 12 de outubro
Largada: 7:30 horas
Local de Largada: na Academia Sàdhana, bairro Camobi. Chegada no mesmo local;
Percurso circulando o bairro Camobi e passando pelo Campus da UFSM
Inscrições com Alan Sangoi via e-mail: alan.sangoi@ibest.com.br
Ou contato pelo site:
www.e-sadhana.com.br

Brevet homologado pela União dos Audax Franceses (UAF)

terça-feira, 4 de outubro de 2011

Resultados e fotos brevet Caminhada 25 km Santa Maria

No dia 10 de setembro foi realizado o brevet Audax Caminhada de 25 km de Santa Maria, RS. A largada foi às na Academia Sàdhana, bairro Camobi.
Percurso circulando o bairro Camobi e passando pelo Campus da UFSM.
Vinte participantes concluíram este brevet.
Veja Algumas fotos:

Alan Sangoi

Nelson Rolim

-
Parabéns ao Alan Sangoi pela organização
Mais informações ou contato pelo site:
www.e-sadhana.com.br

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Resultados e fotos brevet Caminhada 75 km

Um brevet caminhada 75 km duro que serviu de aprendizado e estamos descobrindo o que é Audax Marcha.

Quatro brevetados:
Claiton Ketzer
Luiz M. Faccin
Luiza Schwab
Marcus Copetti

Veja as fotos:
Fotos Audax Caminhada 75 km


Em breve mais informações e um possível relato.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Inscrições e informações Audax Caminhada 75 km

Brevet 75 km Audax Caminhada

Data: 24 e 25 de setembro de 2011.
Largada 20h do dia 24
Local largada: Campus Unisc, Santa Cruz do Sul, RS
Horário de chegada 11 horas do dia 25.

Inscrições na loja Faccin Bicicletas- Santa Cruz do Sul,
ou via e-mail: luizmfaccin@yahoo.com.br fone:51-8196-9002
Inscrições até o dia 21 de setembro
Valor inscrição R$50,00

Premiação: medalha e certificado
Brevet homologado pela União dos Audax Franceses- UAF

O que é Audax
Audax é uma prova de regularidade e resistência em grupo guiado por Capitães de Rota. Audax não é competição.
Caminhada a 6 km/h e paradas conforme programação de andamento do brevet.

Leia o Regulamento:
http://www.audaxbresil.com.br/regulamentos/4-regulamento-audax-marcha

Não existe pré requisito para a participação no brevet de 75 km, desta forma mesmo quem não participou do brevet de 25 ou de 50 km poderá realizar a inscrição e caminhar este brevet. A idade mínima para participar dos brevets Audax Caminhada é de 18 anos.

Paradas adequadas ao percurso
Nos brevet maiores as paradas são realizadas de maneira mais adequada ao andamento do pelotão conforme o relevo, desta forma poderemos ter algumas paradas com apenas 2 minutos, depois de uma subida, e uma parada com até mais de 10 minutos ou mais em um próximo ponto.

Itens obrigatórios
- Lanterna de cabeça;
- Tornozeleira ou colete refletivo durante o percurso noturno;
- Documento de identidade com foto;
- O participante deve portar consigo o passaporte do evento que deverá ser carimbado e assinado nos PCs e entregue na chegada.

Local de chegada e premiação
O local de largada é no Campus UNISC de Santa Cruz do Sul, onde existe estacionamento seguro.
O local de chegada e premiação é no salão de festas do Condomínio Jardim Oktober, (rua João Pessoa 670) e que fica a aproximadamente 1,5 km do local da largada

Cronograma e andamento
Encerramento prazo para as inscrições: 21 de setembro
Dia 24 de setembro:
19:30-Concentração para largada e confirmação participação;
19:45- entrega passaportes e aquecimento;
20:00- Largada
Percurso resumido:
20:53- Parada de 3 minutos na loja de Conveniência do Posto Nevoeiro;
21:52- Parada de 7 minutos no Bar do Raul em Linha João Alves;
22:57- Parada de 6 minutos no Bar e Salão Fengler em Cerro Alegre;

Dia 25
01:28- parada 44 minutos descanso- PC-1- acesso a bagagem e alimentação. Será a parada da “janta”. Provavelmente teremos massa;
3:49- provável parada rápida de 4 minutos- opção de compra e WC;
5:08- Parada de 32 minutos descanso- PC-2-acesso a bagagem e alimentação Será a parada do café. Provavelmente teremos cuca e café!
07:05- parada 5 minutos- reposição de água e energético;
08:12- parada de 25 minutos no bar e Cascata do Franck- PC-3 _opção de compra, reposição de água, acesso a bagagem, visita a cascata;
09:43- parada de 10 minutos;
10:46- final dos 75 km
11:13 a 11:15- chegada no local da premiação. Acesso a bagagem;

11:20- Premiação;

Alimentação e hidratação durante a caminhada
A definição exata dos itens que estarão a disposição dos participantes em cada parada será divulgada aos inscritos alguns dias antes do brevet. Cada participante deve prever algum alimento e a hidratação entre uma parada e outra.

O Participante também terá a disposição:

Transporte de bagagem
Teremos opção de transporte de bagagem com opção de acesso nos três Pontos de Controle. Consulte para mais informações.

Primeiros Socorros
Um dos Capitães de Rota estará levando um kit de primeiros socorros que estará a disposição a todos os participantes da caminhada em caso de necessidade.
Também teremos kit de primeiros socorros no carro da organização.

Seguro de vida e acidentes pessoais
Os participantes do brevet 75 km estarão cobertos por apólice de seguro de vida e acidentes pessoais durante o período de realização dos eventos.

Veiculo de apoio
Teremos quase sempre um veiculo de apoio próximo ao grupo da caminhada.

Veiculo Resgate
O participante que desistir de continuar caminhando o brevet terá opção de desistir e seguir no veiculo da organização, mas o retorno a Santa Cruz do Sul não será imediato o que poderá ser realizado apenas no final do brevet

Dicas

Cuidado extra nos trechos de percurso em rodovias asfaltadas
O participante deverá seguir as orientações do Capitão de Rota. Nas rodovias asfaltadas a caminhada deverá ser realizada no acostamento e preferencialmente em fila única.

Caminhada em estrada não pavimentada
A caminhada realizada em estradas com piso irregular com pedras, buracos, areia, exige o uso de um calçado adequado. Pesquise sobre o calçado mais apropriado. Use calçado confortável e usado, nunca novo em uma caminhada longa. Veja algumas fotos do percurso e confira o terreno

O que é aconselhável levar na mochila:
O básico para caminhada entre um ponto de parada e outro-
- Água: 500 ml a 1 litro;
- Algum lanche;
- Protetor Solar para o percurso diurno;
- Câmera digital;
- Agasalho, o brevet de 75 km deverá ser realizado com qualquer tempo.
- Repelente de mosquitos;
- Dinheiro para compra de algum item em alguma das paradas realizadas em bares e mercadinhos.

Mais informações entre em contato!

Apoiadores:
Faccin Bicicletas
UNISC

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Audax Caminhada 75 km

Primeiro Brevet 75 km Audax Caminhada



Data: 24 e 25 de setembro de 2011.

Largada 20h do dia 24

Local largada: Campus Unisc, Santa Cruz do Sul, RS

Horário de chegada 11 horas do dia 25.

Inscrições até o dia 21 de setembro
Valor inscrição R$50,00

Caminhada em grupo a 6 km/h e paradas programadas.
Brevet homologado pela União dos Audax Franceses ( UAF)

Obrigatório o uso de lanterna de cabeça e tornozeleira ou colete refletivo durante o percurso noturno.
O brevet será realizado nas estradas do interior de Santa Cruz do Sul e Vera Cruz e também por algumas ruas da cidade;
Serão realizadas paradas para lanche e café;

Mais Informações muito em breve neste blog e por e-mail: luizmfaccin@yahoo.com.br

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Brevet Audax Caminhada 25Km Santa Maria

Data: 10 de setembro
Largada: 8 horas
Local de Largada: na Academia Sàdhana, bairro Camobi. Chegada no mesmo local;
Percurso circulando o bairro Camobi e passando pelo Campus da UFSM
Inscrições com Alan Sangoi via e-mail: alan.sangoi@ibest.com.br
Ou contato pelo site:
www.e-sadhana.com.br

Brevet homologado pela União dos Audax Franceses (UAF)

Não perca!

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Calendario Audax Ciclismo 2012

Bi-Audax
100km Ciclismo + 25 km caminhada

Clube: Santa Ciclismo- Luiz M. Faccin
Local:Santa Cruz do Sul, RS
Data:08-01-2012
Largada 6h

Ciclismo

Clube: Clube Audax do Planalto- Oswaldo de Oliveira Nunes
Local: Brasilia, DF
Data: 14-01-2012
Largada 7h
Distancia: 100 km


Clube: Clube Audax do Planalto- Oswaldo de Oliveira Nunes
Local: Brasilia, DF
Data: 15-01-2012
Largada 7h
Distancia: 150 km

Clube: Clube Audax do Planalto- Oswaldo de Oliveira Nunes
Local: Brasilia, DF
Data: 04-02-2012
Largada 6h
Distancia: 200 km

Clube: SAC- Sirlei Ninki
Local: Charqueadas, RS
Data: 05-02-2012
Largada 6h
Distancia: 200 km

Clube: Santa Ciclismo- Luiz M. Faccin
Local:Santa Cruz do Sul, RS
Data:04-03-2012
Largada 7h
Distancia: 100 km

Clube: Santa Ciclismo- Luiz M. Faccin
Local:Santa Cruz do Sul, RS
Data:13-05-2012
Largada:3:30h
Distancia: 300km

Clube: Clube Audax do Planalto- Oswaldo de Oliveira Nunes
Local: Brasilia, DF
Data: 11-08-2012
Largada:12h
Distancia: 400 km

Clube: Santa Ciclismo- Luiz M. Faccin
Local:Santa Cruz do Sul, RS
Data:15-09-2012
Largada:06:00h
Distancia: 600km

Ciclo turismo Jeunes - jovens- 2012.
Aiglon de Bronze= 3 brevets, 20, 30 e 40km

Clube: SAC – Sirlei Ninki
local: Porto Alegre, RS, Brasil
Data: 20-05-2012
Largada: 07h
Distância: 20 km

Clube: SAC – Sirlei Ninki
local: Porto Alegre, RS, Brasil
Data: 20-05-2012
Largada: 10h
Distância: 30 km

Clube: SANTA CICLISMO – Luiz M. Faccin
local: Santa Cruz do Sul, RS, Brasil
Data: 30-09-2012
Largada: 08h
Distância: 40 km

Aiglon de Prata= 3 brevets, 50, 60 e 70 km

Clube: Santa Ciclismo - Luiz Maganini Faccin
local: Santa Cruz do Sul, RS, Brasil
Data: 20-10-2012
Largada:14h
Distância: 50 km

Clube: Santa Ciclismo - Luiz Maganini Faccin
local: Santa Cruz do Sul, RS, Brasil
Data: 21-10-2012
Largada: 07h
Distância: 60 km

Clube: Santa Ciclismo - Luiz Maganini Faccin
local: Santa Cruz do Sul, RS, Brasil
Data: 28-10-2012
Largada: 13h
Distância: 70 km


Ainda este ano teremos
Ciclo turismo Jeunes - jovens- 2011.

Aiglon de Bronze= 3 brevets, 20, 30 e 40km
Clube: Santa Ciclismo - Luiz Maganini Faccin
local: Santa Cruz do Sul, RS, Brasil
Data: 30-10-2011
Distância: 20 km

Clube: Santa Ciclismo - Luiz Maganini Faccin
local: Santa Cruz do Sul, RS, Brasil
Data: 30-10-2011
Distância: 30 km


Clube: Santa Ciclismo - Luiz Maganini Faccin
local: Santa Cruz do Sul, RS, Brasil
Data: 02-11-2011
Distância: 40 km


O calendário dos brevets caminhada ainda não esta definido!

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Fotos Paris Brest Paris Audax 2011

Dos dias 10 a 14 de julho foi realizado a primeira seção do Paris Brest Paris Audax 2011.
Apenas sete abandonos, 101 brevetados entre eles 3 mulheres e o ciclista mais idoso com 79 anos de idade. Foram 9700 m de altitude acumulada pedalados com média de 22,5 km/h.
Veja as fotos:

Fotos de Philippe Gargouil

Fotos de JeanYves Després (ACTC)

Fotos de Pascal Bohler

Fotos na chegada de Claude Yvay

Fotos da chegada de Patrick Aguettant

Fotos duas ultimas etapas da Claudie, reporter ANEC

Dia 07 de agosto será realizada a segunda seção do PBP Audax 2011.

Homologação brevet caminhada 25 km jul 2011

sábado, 9 de julho de 2011

Inicia o Paris Brest Paris Audax 2011

Neste dia 10 será realizada a largada da primeira sessão do Paris Brest Paris Audax 1200 km. A segunda sessão será dia 07 de agosto.
O PBP Audax é organizado a cada cinco anos pela UAF- União dos Audax Franceses
http://www.audax-uaf.com/
O brevet é pedalado em grupo e com média de 22,5 km/h conforme o regulamento Audax:
http://www.audaxbresil.com.br/regulamentos/3-regulamento-audax
as paradas são pré determinadas e o andamento é mais disciplinado.

Percurso completo: Clique Aqui!

Mais informações em português:

Detalhes da 15º edição do PBP Audax

Encontro UAF e Audax Brèsil

Um pouco de história

Regulamento do Paris Brest Paris Audax 2011

O PBP Audax não é uma mega festa com a participação de milhares de ciclistas de todo o mundo, mas é um evento mais reservado onde se pedala sempre junto com mais amizade e solidariedade. A organização é mais amadora e familiar o que na minha opinião o torna um evento ainda mais especial pois é fiel a ideia do criador dos Audax Franceses Henri Desgrange.
Boa sorte aos participantes, infelizmente não devemos ter nenhum brasileiro neste evento.
Luiz M. Faccin

Audax Marche 150 km Paris 2 e 3 jul 2011


Percurso:
http://www.audax-uaf.com/marche/images/parcours.pdf
Resumo do percurso:
Largada: St Germain em Laye- Castelo
Paradas: km11
km 21,30
km30,80
km40,50
Janta no restaurante: km 52,80- Acesso a bagagem
Paradas: km63,80
km73,60
km78,50
km86,10
km95,20
Café da manhã no hotel= km 107,90- acesso a bagagem
Paradas: km 115,70
km122,00
Almoço: km 126,70- acesso a bagagem
Paradas: km 133,40
km140,40
km147,70
Chegada: km 150,00- acesso a bagagem.

Veja:
Detalhes do brevet

Veja as fotos!

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Apresentação dos Brevets Aiglon- para Jovens

No 12 de Junho de 1897, doze ciclistas italianos tentavam em grupo ir de Roma a Nápoles, 230 Km, entre o nascer e o pôr do sol. Nove tiveram êxito, a sua tentativa foi qualificada de audaciosa, " Audax" , tradução latina do qualificativo audacioso. Esta denominação foi retomada para designar os ciclistas que efetuam 200 Km entre o nascer e o pôr do sol. Em 1904, Henri Desgrange, criador da Volta da França, seduzido por esta fórmula e querendo relançar o grande turismo desportivo com a bicicleta importa este tipo de passeio em grupo para a França e cria os " Audax Franceses". No dia 03 de Abril deste mesmo ano foi realizado o primeiro brevet de 200 Km ciclismo. Muito rapidamente estes audaciosos ciclistas alongaram as distâncias e assim em 1905 foi organizado o primeiro brevet de 300 Km, seguidamente um 400 Km em 1908, um 600 Km em 1922, um 1.000 Km em 1929 e por último o primeiro Paris-Brest-Paris Audax em 1931. Estas provas ciclistas, designadas " brevets " porque um diploma é entregue aos participantes. A taxa de sucesso dos participantes sempre foi muito elevada, prova que a condução em grupo facilita a realização de brevets de longa distância. Desde 1904 os brevets de 200 Km são numerados, o último número atribuído em 2007 é o 182.937. Em 1951 foi criado o “ Águia de Ouro”, recompensa suprema do Audax ciclista. Esta recompensa é atribuída a quem efetuou, ilimitados no tempo, os brevets Audax de 200,300,400,600,1.000 Km, Paris-Brest-Paris, e um segundo brevet de longa de distância (1.000 Km ou Paris-Brest-Paris). Todos os brevets e recompensas cuja a origem remonta a época da criação dos Jogos Olímpicos modernos se dirigem, devido às distâncias a cobrir, aos esportistas adultos. A União dos Audax Franceses (UAF) por conseguinte decidiu criar uma série de brevets à andamento conduzido, destinados e reservados aos jovens, sobre distâncias que evoluem de 20 para 200 Km recompensados pelos títulos de Aiglon de Bronze (20, 30 e 40 Km) de Aiglon de Prata (50, 60 e 70 Km) e de Aiglon de Ouro (80, 140 e 200 Km). A recompensa de Aiglon de Ouro, cujo titular poderá se orgulhar do título de Audax, se obtém realizando toda a série do 20 aos 200 Km. Esta progressão tem por objetivo de conduzir certamente, e com o mínimo de esforço, ao título de Audax e de acender ao bom desempenho da longa distância. Com efeito, não é por acaso que dois de cada três laureados na estreia das Diagonais Europeias são Águias de Ouro em que um sobre dez é membro da UAF.
Michel Guerard
Ver regulamento para brevets Audax Jovens que será traduzido e adaptado para a realidade brasileira em breve.

No dia 30 de outubro de 2011 serão realizados os primeiros brevets Audax de Jovens fora da França.
Estes brevets serão pedalado em Santa Cruz do Sul e Vera Cruz RS
Distancias: 20, 30 e 40 km
Organização Santa Ciclismo
O ciclista que concluir estes três brevets será um Aiglon de Bronze
Aiglon= Filhote de águia

Luiz M. Faccin, Maio de 2011.

Mais fotos brevet Caminhada 25 km

Fotos do participante Paulo Dorensbach

Veja Aqui!

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Resultado- Fotos brevets 50 e 25 km

Fotos e videos brevets Caminhada 50 e 25 km

Fotos de Edilene

Fotos de Miguel Lawisch

Fotos de Luiz Faccin

Fotos de Giuseppe e Miguel

Luiza Schwab

Próximo ao Itacolomi- Video

Gaiteiro do Audax

Quem tiver mais links para fotos me envie para divulgação.

Brevetados Audax Caminhada 25 km
Carlos Neimar Kuhn
Luciano Trindade
Carla Patricia Class
Paulo Daniel Dorensbach
Monica Daniela Tag
Ricardo Maerker
Orizontina Oliveira de Lima Maerker
Albino Adilso Kuhn
Cirlei Spengler
Lourdes Biondena Henkes
Clarice H Henkes
Nelson Luiz Cecin Rolim
Edilene Vasconcelos Brun
Vanilson Cesar Brun
Laercio Luiz Haas
Claudia Lourenço da Luz
Geny Lutz Ruppenthal
Teodoro Henrique Ruppenthal
Rosangela Duarte da Silva
Fernanda Matos Rosa trindade
Tiago Scheidt da Rosa
Mauricio da Rosa Dorneles
Luiz Adalberto Schumacher da Rosa
Marcelo Batista da Rosa
Fabricio da Silveira Barreto
Felipe da Silveira Barreto
Marcos Alexandre Birk


Brevetados Audax Caminhada 50 km
Alan Amaral Sangoi
João Felipe Da Silveira Ribeiro
Rodrigo Fioravante Pereira
Ivone Maria Bussolotto
Nelcy Madruga De Carvalho
Rodrigo Thiesen Zanatta
Marcio Strack Skrabe
Maristela Soares de Rezende
Luiz Maganini Faccin
Sandra Braum
Roberto Storch
Rui Andre dos Santos
Giovani Ricardo de Oliveira
George Valdemar Munstock
Claiton Ketzer
Luiza Schwab
Maria Alice Santanna dos Santos
Marcus Fabio Copetti
Inácio Rodrigo dos Santos

Agradecimentos:
Prefeitura Municipal de Vale Verde
Prefeitura Minucipal de Passo do Sobrado
Breno Pires Moreira- Escritotio de Advocacia
Alan Amaral Sangoi-Santa Maria- www.e-sadhana.com.br
Luciano Trindade- Santa Cruz do Sul-Equilibrium Studio
Tiago Korb- Clube Trekking Santa Maria
Faccin Bicicletas- www.faccinbicicletas.com
Hotel Feldmann
Mercado Linke
Udo C. Weissenstein
Ricardo Maerker
Albino A. Kuhn
Miguel Lawish
Giuseppe Faccin